Seção Perfil Miolo v.3: Mahal Pita

O vídeo contou com a colaboração de Mahal Pita < @mahalpita >
na composição do material sonoro que guiou a nossa edição, um fragmento do projeto experimental E SE RUPESTRE VINGARODA? que transita por diversas linguagens e pela experimentação musical a partir das referências do Recôncavo Baiano e manifestações da cultura afro-brasileira. Nas imagens, registros dos processos gráficos utilizados na composição das peças para a chamada aberta que também serão utilizados no nosso terceiro volume.
Mahal Pita também integrará a seção “Perfil” no terceiro volume da revista.

Som: @mahalpita
Captação de Imagens: @joaommeirelles@liavcunha
Edição e Finalização: @korreya.correia
Direção de arte: @liavcunha

Nascido em Salvador, Mahal Pita @mahalpita é produtor musical e artista transmídia, foi colaborador da BaianaSystem, ganhando o prêmio de melhor show do ano pela APCA e emprestando seu olhar na criação de produções autorais, remixes e releituras com artistas como Tom Zé, Ney Matogrosso, Bnegão, Margareth Menezes, Edson Gomes, Titica, BuleBule, Rico Dalasam, Flora Matos, Karol Conka, entre outros e atualmente se dedica aos seus projetos solo. Tem como linha de pesquisa e produção a transfiguração das culturas urbanas da Bahia, conectando-as com as possibilidades tecnológicas e os estímulos contemporâneos das outras diásporas globais. Sua pesquisa passa por experimentações entre som, imagem e tecnologia, desenvolvendo projetos que transitam pelo multiverso do popular urbano na fronteira entre o Sagrado e o Profano. Como produtor musical tem se interessado em construir uma estética popular a partir de uma prática experimental; seus trabalhos têm ampliado as discussões sobre novas possibilidades de cruzamento entre entretenimento, arte e política a partir da ressignificação de elementos pertencentes a cultura afro-brasileira.

Chamada aberta

O terceiro volume da revista MIOLO busca abrir clareiras de respiração, revelando outros modos de existir e praticar o saber, através de tecnologias ancestrais que nos conectem à prática do bem viver e às políticas de vida. Convidamos, então, artistas e pensadores para enviar textos em livre formato — artigos, matérias, ensaios, trabalhos artísticos – orientados pelo texto-flecha, germinado a partir da pergunta de Ailton Krenak: Do que é feito o encontro?

Prazo para a submissão: 12/08/2020
Para mais detalhes: bit.ly/miolo2019