< Miolo v.3: vivência Álbuns de Família >

A Duna Editora @dunaeditora, em parceria com a Revista MIOLO, divulga: VIVÊNCIA ONLINE ÁLBUNS DE FAMÍLIA ministrada por Agnes Cajaíba. O curso tem o desejo mergulhar junto e de se conectar com a própria história, ver imagens, imaginar o passado nascido, imaginar futuros. É um convite a perceber as semelhanças e diferenças entre suas pessoas, entender o que não está nas fotografias, conhecer sua família, firmar histórias de amizade, olhar com generosidade para si, cicatrizar feridas, celebrar o amor.

Para esta vivência, a equipe da MIOLO v.3 resgatou nos seus arquivos familiares algumas memórias para nos prepararmos para esse belo encontro. Além de presentificarmos nossos passados, outra motivação para participarmos dessa vivência é o desenvolvimento do projeto de Gabriella Correia <@korreya.correia>, no qual ela investiga, através da antotipia, uma técnica de revelação fotográfica histórica, a efemeridade das memórias familiares, seja pela ausência de registros fotográficos, seja pelo não conhecimento da própria história. Gabriella, então, propõe a produção de experimentos artísticos com o intuito de observar como se dá o processo de elaboração de identidade de pessoas que não tiveram acesso à fotografia de seus antepassados.

Para mergulhar nas memórias – ou na falta delas – esperamos encontrar vocês nessa oportunidade de vivenciar as importâncias de nossas histórias.

Lembrando que as inscrições estãos abertas – link na bio – e a vivência online acontecerá no dia 30 de outubro de 2020, uma sexta-feira, de 9h às 12h, com o valor de R$15 (+ taxa de R$2,50 da plataforma Sympla).

Até lá!

Agnes Cajaíba

A VIVÊNCIA ONLINE ÁLBUNS DE FAMÍLIA será conduzida por Agnes Cajaíba <@agnescajaiba> que é artista visual e pesquisadora formada em jornalismo pela UFBA, mestra em Estética das Artes Eletrônicas pela UNTREF (Argentina) e doutoranda em Arquitetura e Urbanismo pelo PPGAU/UFBA, onde estuda a fotografia e suas relações com o tempo, a memória e as cidades.

Desde 2009 trabalha com curadoria de exposições, fotografia para cinema, direção, filmagem, edição de videoclipes e vídeos institucionais, além de ensino de fotografia e arte (OiKabum!, Octopus Estúdio, Espaço Xisto Bahia, Ativa Atelier, Caixa Cultural Salvador e Universidade Federal da Bahia).

Já ganhou o Prêmio Portas Abertas para Artes Visuais (2013), foi bolsista do Planetário Galileo Galilei (Argentina), participou do Festival de Artes Eletrônicas do museu Recoleta, foi curadora convidada da mostra coletiva Arte e Cidade (2016), participou da residência artística Velejar e da mostra coletiva Com Resistir no Mundo de Hoje (2018/Fórum Social Mundial), foi selecionada para a Incubadora de Artistas da Galeria RV e publicou os livros Travessia e Beira de Outro Lugar.

Desde julho de 2020, se dedica ao projeto Álbuns de Família, criado para mostrar que todas as pessoas, independente de suas habilidades fotográficas, artísticas e tecnológicas, podem criar a partir de suas memórias visuais.